Docsity is not optimized for the browser you're using. In order to have a better experience we suggest you to use Internet Explorer 9+, Chrome, Firefox or Safari!
Download Google Chrome
   Back to the top

Dentina - Apostilas - Odontologia - Extracto de documento

Notas de estudo, Odontologia

Tipologia
Notas de estudo
University
Apostilas sobre o estudo da dentina, generalidades, composição quimica, propriedades, estrutura.

DENTINA 1 - GENERALIDADES: A dentina é um tecido conjuntivo avascular, mineralizado, especializado que forma o corpo do dente, suportando e compensando a fragilidade do esmalte. A dentina é recoberta pelo esmalte na sua porção coronária e pelo cemento na porção radicular. Sua superfície interna delimita a cavidade pulpar onde se aloja a polpa dentária. Por ser um tecido vivo, contém prolongamentos de células especializadas e substância inter celular.Dentina e polpa formam um complexo em íntima relação topográfica, embriológica e funcional, por isso têm características biológicas comuns. COMPOSIÇÃO QUÍMICA A dentina consiste de 30% de matéria orgânica e 70% de material inorgânico. Esta composição varia com a idade do dente, devido a sua mineralização progressiva,mesmo já estando totalmente formado.A PORÇÃO INORGÂNICA consiste de sais minerais sob a forma de cristais de hidroxiapatita. Cada cristal é composto por vários milhares de unidades e cada ? unidade básica fundamental? tem como fórmula 3 Ca3(PO4)2.Ca(OH)2. Contem também pequenas quantidades de fosfatos, carbonatos e sulfatos, além de elementos como F, Cu, Zn, Fe e outros.Os grupos OH da hidroxiapatita podem se combinar com o flúor e formar a fluorapatita.Esta troca particular na composição da apatita tem importância clínica, pois a fluorapatita é menos solúvel que a hidroxiapatita, com maior resistência ao ataque ácidoproduzido por microorganismos cariogênicos.A PORÇÃO ORGÂNICA consta de fibras colágenas (17%), dispostas em pequenos feixes ao redor e entre os prolongamentos odontoblásticos. Estas fibras são unidas e cimentadas pela substância amorfa de natureza glicoproteica (lipídios,glicosaminoglicanas e compostos protéicos). PROPRIEDADES FÍSICAS docsity.com COR Nos dentes de indivíduos jovens, a dentina tem uma cor amarelo-claro. Ao contrário do esmalte, que é muito quebradiço, a dentina está sujeita a deformações leves. E é altam

ente elástica. É algo m,ais dura que o osso, mas mais mole que o esmalte. É uma estrutura branca amarelada. O tom do amarelo varia com a idade e de um indivíduo para outro. Quanto mais translúcido o esmalte, mais deixa transparecer a cor da dentina DUREZA A dentina é um tecido muito duro, mais que o osso e o cemento, embora seja mais mole e portanto mais radiolúcida do que o esmalte. RESILIÊNCIA Apresenta considerável elasticidade, devido ao arranjo em rede das suas fibras colágenas, cedendo mediante pressões, e com isso, amortece as forças mastigatórias impostas sobre o esmalte, impedindo que o mesmo se frature. PERMEABILIDADE A dentina é canalicular, e portanto permeável; substâncias podem penetrar através dos canalículos e atingir a polpa. 4- ESTRUTURA DA DENTINA Os componentes estruturais básicos são: O prolongamento do odontoblasto (fibrila de Tomes) docsity.com Canalículo da dentina (zona canalicular) O espaço periodontoblástico (líquido tissular) A dentina pericanalicular (parede) A dentina intercanalicular PROLONGAMENTOS ODONTOBLÁSTICOSOs odontoblastos estão situados na periferia da polpa, e as suas projeções citoplasmáticas (prolongamentos) ocupam um espaço na matriz da dentina, que são os túbulos dentinários. A sua espessura é maior quanto mais próxima do corpo do odontoblasto. Os prolongamentos odontoblásticos ramificam-se próximo ao limite amelodentinário por toda a sua extensão. Essas ramificações se anastomosam com as vizinhasB CANALÍCULOS OU TÚBULOS DENTINÁRIOS São delicados cilindros ocos dentro da dentina, que alojam os prolongamentos odontoblásticos. Seu trajeto é curvo, assemelhando-se a um S, sendo na raiz, na área dos bordos incisais e cúspides, praticamente retos. Emitem colaterais durante seu trajeto.O diâmetro e o volume desses canalículos variam, dependendo:a – da idade do dente b – da localização do canalículo na dentina Além disso, eles são mais largos junto a pol

pa e se tornam mais estreitos em suas extremidades externas.O número de canalículos por unidade de superfície varia segundo a região da dentina considerada: próximo da polpa 65.000 túbulos/mm parte central 35.000 túbulos/mm na periferia docsity.com 15.000 túbulos/mm superfície pulpar da dentina corresponde de 1/3 a 1/5 da superfície externa da dentina. A relação entre o número de canalículos por unidade de superfície peripulpar e nas superfícies externas da dentina é ao redor de , o que eqüivale a dizer que os canalículos estão mais separados entre si nas camadas externas da dentina do que próximo à polpa.Há mais canalículos por unidade de superfície na coroa do que na raiz. ESPAÇO PERIODONTOBLÁSTICO É o espaço compreendido entre a parede do canalículo e o prolongamento do odontoblasto. É preenchido pelo líquido, tissular, e, onde ocorrem as trocas metabólicas com os prolongamentos odontoblásticos . DENTINA PERICANALICULAR OU PERITUBULAR É a dentina que constitui a parede do canalículo, e caracteriza-se pelo seu elevado conteúdo mineral (90%). Nos dentes recém irrompidos, está ausente na porção da dentina mais imediata à polpa, e também pode, dependendo da idade do dente, chegar a obliterar os túbulos dentinários. Quando a dentina peritubular é desmineralizada (descalcificada) resta da mesma uma pequena porção de matéria orgânica, que juntamente com a água, constitui 10% desta dentina.E DENTINA INTERCANALICULAR OU INTERTUBULAR É a dentina situada entre os canalículos da dentina.A dentina intertubular é a massa principal da dentina. É altamente mineralizada, porémmais da metade do seu volume está formado por matriz orgânica com grande quantidade de colágeno.1 Composição: sais minerais 70% água 30% material orgânico e PRÉ-DENTINA Camada de matriz não mineralizada de 25 a 30um de espessura, que está situada entre a camada de odontoblastos e a dentina mineralizada. Está presente durante a de

Like this document? Enter it immediately in your blog or website

http://br.docsity.com/pt-docs/embed-player/Dentina_-_Apostilas_-_Odontologia_pdf

Comentários

Apostilas relacionadas

Tecido Conjuntivo - Apostilas - Ciências Biologicas_Parte2

Apostilas de Ciências Biologicas sobre o estudo do tecido conjuntivo, fibras estriadas cardíacas, discos intercalares, relações neurais no músculo.
Roseli
0
Ciências Biologicas
Artes

Tecido Conjuntivo - Apostilas - Sistemas de Informação

Apostilas de Tecnologia e Sistemas de Informação sobre o estudo do Tecido Conjuntivo, tecido conjuntivo especial, tipos de tecido cartilaginoso.
Agua_de_coco
0
Information Systems
Arquitetura

Reconhecimento de Dentes - Apostilas - Odontologia

Apostilas de Odontologia sobre o estudo do Reconhecimento de dentes naturais, premolares e molares.
Carioca85
1
Odontologia
Medicina e Farmácia

Clareamento de Dentes não vitais - Apostilas - Odontologia

Apostilas de Odontologia sobre o estudo do Clareamento de Dentes não vitais, etiologia das alterações, após traumatismo, mediacamento.
Carioca85
2
Odontologia
Medicina e Farmácia

Tecido Ósseo - Apostilas - Odontologia

Apostilas de Odontologia sobre o estudo do Tecido Ósseo, composição, células, metabolismo do cálcio, vitamina D.
Carioca85
0
Odontologia
Medicina e Farmácia